Bispos Anteriores


3º Bispo (1º Arcebispo Metropolitano)
Dom José Vicente Távora (1958 - 1970)
 1910   1970

Com a transferência de Dom Fernando Gomes dos Santos para a Arquidiocese de Goiânia-GO, em 15 de maio de 1957, Aracaju foi agraciada com a presença do seu 3º Bispo Diocesano, Dom José Vicente Távora, em 1958, que continuou os projetos de seus antecessores.

1) Concretizou o plano da criação e instalação das Dioceses de Estância e Propriá, elevando, conseqüentemente, Aracaju à condição de Arquidiocese, em 1960.

Por conseguinte, Dom José Vicente Távora que era o 3º Bispo de Aracaju, tornou-se o seu 1º Arcebispo Metropolitano.

2) Adquiriu o terreno e construiu a sede própria do SAME, no Bairro Industrial, onde até hoje funciona.

3) Dedicou-se de corpo e alma à formação dos leigos engajados na vida da Igreja, na Ação Católica especificamente na Juventude Operária Católica (JOC).

4) Fundou, aos 21 de novembro de 1949, a Rádio Cultura de Sergipe que, até a chegada da televisão a Aracaju, foi líder absoluta de audiência e grande formadora de opinião.

5) Fundou o Movimento de Educação de Base (MEB), que não só beneficiou uma boa parte da população de Aracaju, ainda analfabeta, como especialmente do interior, com as escolas radiofônicas espalhadas em quase todos os povoados de Sergipe. Pelo MEB, a população carente era não só alfabetizada, mas também conscientizada de seus direitos e deveres, razão pela qual muitas incompreensões surgiram com o advento do poder militar, apartir de 1964.

6) Apoiou a fundação da Congregação das Irmãs Terezinhas dedicada à educação e à evangelização cuja sede se encontra na Colina de Santo Antônio, nesta Capital, atuando em Aracaju, em algumas cidades do interior de Sergipe, em outros Estados brasileiros e, inclusive, com uma casa na África.

7) Na condição de Presidente da Fundação Dr. Manuel Cruz, colaborou efetivamente com a saudosa Irmã Protísia Waltering colocando à sua disposição o prédio da referida Fundação, situado na Av. João Ribeiro, 846, para a instalação do Hospital São José, onde hoje ainda funciona, entregue às Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus que, desde 1926, vinham prestando relevantes serviços à população de Aracaju e de Sergipe no Hospital Cirurgia.

8) Fundou também a Casa da Empregada Doméstica, na Rua de Propriá, e a Creche que leva o seu nome, na Praça da Bandeira.

9) Ressalte-se ainda como grande contribuição para o bem de Aracaju, a iniciativa de Dom Távora em reconduzir os beneméritos frades Capuchinhos,instalando-os no Bairro América, onde fundaram a Escola Santa Rita de Cássia, onde se empenharam pela instituição da Polícia Comunitária e onde construíram o Santuário São Judas Tadeu, para onde converge grande parte da comunidade, a fim de receber os sábios conselhos e a absolvição de seus pecados, através do grande confessor, o venerando Frei Miguel. Este, na altitude de seus 96 anos de vida, ainda encanta, com sua simplicidade e grande capacidade de acolhimento, a todos os que o procuram, e voltam de lá com a consciência limpa e com a disposição de viver em paz com Deus e com os irmãos.

10) Implantou, em quase todos os municípios sergipanos, os sindicatos rurais. Com esta iniciativa, desejava que os trabalhadores rurais unidos tivessem mais condições de reivindicar os seus direitos e fossem mais fiéis no cumprimento de seus deveres.

11) Permitiu que o Pe. José Carvalho de Sousa, na época, reitor do Seminário Diocesano, fundasse, em 1960, o Colégio Arquidiocesano “S. Coração de Jesus”, no mesmo prédio que sediara, em 1913, o Seminário Diocesano, na Praça Camerino, 181. O Colégio Arquidiocesano “S. Coração de Jesus”, desde a sua fundação, vem sendo uma instituição de ensino voltada a oferecer todas as condições necessárias, para que seus alunos sejam homens e mulheres capazes, dignos e fiéis seguidores de Jesus Cristo. É um estabelecimento onde se faz a verdadeira inclusão social. Ao lado de jovens procedentes de famílias de classe alta e média, estudam também crianças e jovens originários de famílias modestas que, mediante bolsas de estudo integrais ou parciais, recebem a mesma formação de excelente qualidade e muitos deles, hoje, ocupam postos de destaque em vários setores da vida profissional e política em Sergipe e em outros Estados da Federação.

Para mostrar a amplitude da ação social do Colégio Arquidiocesano, é bastante considerar que, em razão de ser uma instituição de educação sem fins lucrativos, de 1998 até o ano de 2005, já ofereceu a jovens carentes a importância de R$9.370.050,61 (nove milhões, trezentos e setenta mil, cinqüenta reais e sessenta e um centavos), assim distribuídos:

Voltar


 PREPARAR PARA IMPRESSÃO   ENVIAR POR EMAIL

Arquidiocese de Aracaju - Rua Olímpio Campos, n. 228
Centro, Aracaju, Sergipe, Cep. 49.010-040
Fone: (79) 3216-3000