Deus honra os que Nele esperam!


A Igreja, na sua dimensão visível, é um lugar onde os fiéis se relacionam, que pode haver conflitos e litígio, desta forma é preciso observar as obrigações, os deveres e os direitos entre todos.

Os Tribunais da Igreja buscam facilitar e possibilitar a justiça entre os fiéis. Um caso analisado e julgado em um Tribunal Eclesiástico é semelhante a um Tribunal Civil, composto por juízes, advogados e outros componentes.

É de responsabilidade do Tribunal, entre outras, o julgamento para declarar nulidade de um matrimônio.

O Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Aracaju foi inaugurado em 14 de outubro de 2016 e já somam aproximadamente duzentos processos, sendo que trinta destes já foram julgados.

O processo de Marcus Lemos é um destes casos já resolvido, o libelo foi aceito pela Igreja no dia 07 de dezembro de 2016, a partir daí deu-se início ao processo, com a citação à parte demandada.

Desde junho do mesmo ano, Marcus descobriu um sentimento por Nathalie, até então sua amiga, mas sabia que não poderia namorá-la até o julgamento do processo de nulidade matrimonial ser concluído. Depois de quatro meses ele resolveu partilhar com ela sobre seu sentimento, e como foi recíproco, juntos decidiram esperar, e na amizade, viver o que a Igreja orientava.

“O amor é paciente, o amor é bondoso... Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.(Cor. 13)

Viveram 14 meses de espera, buscaram neste tempo se conhecerem melhor, adentrar a história um do outro e solidificar o relacionamento de amizade que leva ao amor.

Marcus relembra que por várias vezes quis abraçá-la e beijá-la, mas seu propósito de viver a obediência foi o alicerce para permanecer na fidelidade.

Marcus e Nathalie fazem parte do “Jovens Sarados”, e ela conta que eles ofereceram o sacrifício da espera por cada jovem dos quais são responsáveis, e ainda, “Ofertamos à espera por tudo que o coração de Maria sofreu”, completou.

No dia 09 de janeiro de 2018 chegou a sentença de nulidade matrimonial.

Em uma Celebração Eucarística iniciou o tão sonhado namoro, com a benção do Pe. Edmilson, idealizador do “Jovens Sarados”, e do diretor espiritual do casal Pe. Francisco Thiere, começou um novo tempo na vida do Marcus, graças a Igreja, através do Tribunal Eclesiástico.

#tribunaleclesiastico #JovensSarados #nulidadematrimonial #namorosanto #esperar

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000