Dia Arquidiocesano da Unidade supera todas as expectativas, em todos os sentidos


A Arquidiocese de Aracaju vivenciou, nesta quinta-feira, 15 de novembro, no Parque da Sementeira, um dos momentos mais emocionantes da sua caminhada de fé. Com a participação de mais de 10 mil pessoas, o Dia Arquidiocesano da Unidade superou todas as expectativas e alcançou plenamente o seu principal objetivo: celebrar, num só coração e numa só alma, a grande alegria de ser Igreja, fortalecendo o sentimento de pertencimento à Arquidiocese de Aracaju, com uma adesão cada vez maior à sua ação evangelizadora.

O evento começou no início da tarde, com uma santa missa, e foi coroado com um show da cantora Eliana Ribeiro. A sagrada liturgia foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom João José Costa, e concelebrada pelo arcebispo emérito, Dom José Palmeira Lessa, e grande número de sacerdotes e diáconos. “Nessa junção das alegrias do povo de Deus, vieram todos como peregrinos e como missionários. Peregrinos da fé em Cristo. Missionários do amor a Deus”, disse Dom João, na homilia.

O metropolita enfatizou que a unidade arquidiocesana experimentada, simbolicamente, nesse evento, deve ser também experimentada em cada paróquia da nossa Arquidiocese, tendo como força aglutinadora a presença do padre, que a exemplo de Jesus Cristo, deve ser essencialmente pastor. “Mas, um pastor que caminhe junto com os fiéis, que possa lhes estender as mãos, para que também deles receba as mãos estendidas”, ressaltou.

Merecidas homenagens

A celebração eucarística também foi pontuada por outros momentos inesquecíveis: o acolhimento da cruz que simboliza o Dia Arquidiocesano da Unidade, a recitação da “Oração da Unidade”, além de justas e oportunas homenagens aos sacristãos e secretárias paroquias mais antigos da Arquidiocese. Tânia Maria dos Santos, secretária da Cúria Metropolitana, foi uma das pessoas homenageadas. Acolhendo convite de Dom João, o governador Belivaldo Chagas participou da cerimônia. A animação de todos os momentos do evento ficou sob a responsabilidade da “Comunidade que Canta”.

Apresentações culturais

Logo após a missa, houve apresentações artístico-culturais proporcionadas pelas paróquias Senhor do Passos (Maruim-SE), Nossa Senhora das Dores (Dores-SE) e Sagrada Família (Loteamento Pau Ferro, Aracaju). Antes do show de Eliana Ribeiro, os milhares de fiéis acolheram a imagem de Nossa Senhora Conceição e, com ela, rezaram um mistério do terço. O andor, preparado pela Legião de Maria, foi acompanhado por dezenas de crianças.

A programação do Dia Arquidiocesano da Unidade não ficou limitada ao palco principal. Os amplos espaços do Parque da Sementeira também foram preenchidos com a Feira Vocacional, Espaço do Perdão (mutirão de confissões), Espaço da Misericórdia (Adoração ao Santíssimo Sacramento) e Espaço da Juventude. A organização do evento também reservou ambiente especiais para as escolas confessionais e para a Rádio Cultura de Sergipe.

Para o padre Marcelo Conceição, coordenador de comunicação da Arquidiocese e responsável pela organização do evento, o Dia Arquidiocesano da Unidade está definitivamente inserido no calendário pastoral anual da Igreja particular de Aracaju. Ele atribui o grande sucesso principalmente à expressiva adesão das paróquias, pastorais, movimentos e novas comunidades.

#DiaArquidiocesanodaUnidade2018

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000