Encontro do Ministério Público discutiu situação dos matadouros


O arcebispo, dom João José Costa, acompanhado do representante dos marchantes de Itabaiana, alguns padres e o governador Belivaldo Chagas tiveram encontro com o procurador geral do Ministério Público de Sergipe, Eduardo Barreto D’Avila Fontes, na manhã da sexta-feira, 5 de abril, para levarem a preocupação sobre os fechamentos dos matadouros, que vem causando enorme impacto para os marchante e a população em geral.

Eduardo Barreto D’Avila explicou que a problemática dos matadouros já vem se arrastando há anos e que os municípios não vinham fazendo o dever mínimo para que os espaços tivessem a condição de funcionamento em acordo com a legislação.

O arcebispo demonstrou sua preocupação, mesmo ciente que a legislação deva ser cumprida e que o encontro se deu para se tentar alternativas que minimizem o sofrimento dos marchantes e da população que é abastecida por este serviço. Da mesma forma o governador também ratificou as palavras do arcebispo, mesmo não sendo parte direta no problema, que os órgãos ligados ao governo, dentro da legalidade, estão orientados em acelerar o processo de licenças.

Após ouvir as ponderações, o procurador geral informou que vai marcar uma reunião com os procuradores ligados as ações dos matadouros que estão mais adiantados com o processo de reorganização, que são os de Capela, Itabaiana e Lagarto, para ver o que pode ser feito, na medida de que se estabeleçam as condições mínimas e que um cronograma possa ser pactuado pelos munícios no que tange a dar aos matadouros as condições exigidas na legislação.


Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000