Festa de Corpus Christi reúne milhares de fiéis na Arena Batistão


O povo de Deus da Arquidiocese de Aracaju foi contemplado com uma poderosa chuva de graças, nesta quinta-feira (20), na belíssima solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo, realizada na Arena Batistão. Com dimensões bem maiores em comparação com o ano passado, a festa em honra do Corpo de Deus começou por volta das 15h, com o Terço da Misericórdia, seguido de solene celebração eucarística, procissão e bênção do Santíssimo Sacramento.

A cerimônia foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom João José Costa, e concelebrada pelo arcebispo emérito, Dom José Palmeira Lessa, e dezenas de sacerdotes e diáconos, especialmente de comunidades paroquiais dos vicariatos São Mateus e São Marcos. A função de cerimoniário foi exercida pelo padre Roberto Benvindo. Expressivo número de seminaristas também serviu como acólitos.

Na homilia, Dom João refletiu sobre os textos bíblicos propostos para a sagrada liturgia, recordando que a Eucaristia é a memória da Páscoa que fazemos todas as vezes que celebramos ou participamos da celebração eucarística, como pediu Jesus. “Algo grandioso cuja riqueza teológica qualquer explicação empobrece. É o mistério de nossa fé, a essência de nossa fé católica, um dado teológico inquestionável que revela o mais sublime de nossa doutrina”, observou.

Segundo Dom João, “essa celebração nos remete à partilha, à solidariedade, ao compromisso com a vida, doando a própria vida para que os outros também a tenham, como fez Jesus, do qual fazemos memória na Eucaristia”. O arcebispo exortou os fiéis no sentido de resgatar aquilo que essa solenidade tem de essencial: “a memória pascal, a doação da vida para que todos tenham vida, enfim, a partilha”.

Fazendo uma referência ao milagre da multiplicação dos pães, relatado no Evangelho, o arcebispo disse que “somente partilhando temos um mundo perfeito, sem miséria e miseráveis. Se ainda há fome no mundo, é sinal que ainda não há partilha, algo essencial para a vida. O pouco que os discípulos tinham tornou-se muito, tornou-se suficiente para saciar a multidão e ainda sobrar”.

O momento do Terço da Misericórdia foi conduzido pelos missionários Ricardo e Eliana Sá, acolhendo convite de Dom João Costa. A animação musical de todos os momentos da solenidade ficou sob os cuidados da Comunidade que Canta, com participação especial de Ricardo Sá.

A realização da Festa de Corpus Christi envolveu vários movimentos, pastorais e novas comunidades da Arquidiocese de Aracaju, e exigiu vários meses de preparação, com a coordenação geral do padre Marcelo Conceição.

#FestadeCorpusChristi

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000