A Santíssima Virgem do Amparo jamais abandona seus filhos

Pe. Tenório Fialho


A Santa Mãe Igreja também atribui a Virgem Maria o título de Nossa Senhora do Amparo. Esse título é bastante antigo e remonta a Jesus pregado na cruz, quando entrega sua Mãe Maria ao Apóstolo e Evangelista João (o discípulo amado): “Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe [...]. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa” (Jo 19, 25-27). Assim sendo, Nosso Senhor Jesus Cristo confia a sua Mãe Maria como Mãe da Humanidade. Maria Santíssima é a Mãe que Ampara a todos. Daí começa a surgir a grande devoção a Nossa Senhora do Amparo.

A Santíssima Virgem Maria é a Mãe que Ampara e conduz seus filhos para Nosso Senhor Jesus Cristo: “Fazei tudo o que Ele (Jesus) vos disser” (Jo 2,5). A Virgem do Amparo é a “Mãe do bom conselho, Consoladora dos aflitos, Refúgio dos pecadores, Auxílio dos cristãos” (Ladainha de Nossa Senhora), “Que a nenhum pecador desamparais nem desprezais” (Ofício da Imaculada Conceição).

Peçamos sempre as graças e as bênçãos de Deus pela Intercessão de Nossa Senhora do Amparo, pois, “Nunca se ouviu dizer que alguém que recorreu a vossa proteção, implorou a vossa assistência e clamou por vosso socorro tenha sido por Vós desamparado” (Oração de São Bernardo). A Santíssima Virgem do Amparo jamais abandona seus filhos. Ela nos Ampara em todos os momentos da vida: alegria, tristeza, saúde, doença, sofrimento, angústia, solidão, etc.

A Mãe do Amparo não deixa seus filhos sozinhos: “Pelas estradas da vida, nunca sozinho está. Contigo pelo caminho, Santa Maria vai” (Música – Pelas estradas da vida). Ela é a Santíssima Mãe que “roga por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte” (Oração da Ave-Maria). Sempre te pedimos Mãe: “Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de vosso poderoso Amparo” (Oração – Infinitas Graças).

Maria é a “Virgem” (cf. Is 7, 14; Lc 1, 27), “Cheia de graça” (Lc 1, 28), “ Serva do Senhor” (Lc 1, 38), “Bendita entre as mulheres” (Lc 1, 42), “Mãe do meu Senhor” (Lc 1, 43), “ Bem-aventurada” (Lc 1, 45), Humilde (cf. Lc 1, 48), Intercessora (cf. Jo 2, 5), Perseverante na oração ( cf. At 1, 14), Rainha (cf. Ap 12, 1). A Virgem Maria Santíssima é a Imaculada: toda pura, toda bela, toda santa, toda de Deus. Ela é a Mãe de Deus, Rainha e Senhora nossa. Mãe das mães, Nossa Mãe. Modelo de mulher, Exemplo de vida.

A Virgem Maria é a Verdadeira Discípula Missionária do Redentor, sempre fiel a Deus. Ela mostra-nos o verdadeiro caminho a seguir: Jesus Cristo. Fala-nos das coisas de Deus, ensina-nos a amar e adorar a Deus verdadeiramente. A Santa Virgem Maria é a Escolhida de Deus para ser a Mãe de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo: “Uma entre todas foi a Escolhida, fostes tu, Maria, a Serva preferida. Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador” (Música – A Escolhida). Ela é Digna, Honesta, Simples. Modelo de santidade.

Portanto, Maria é a Mãe do Amparo: Acolhe-nos, Ama-nos, Consola-nos, Educa-nos. Nossa Senhora do Amparo é A TODA DE DEUS, a “Incomparável Mãe” (Oração – Consagração a Nossa Senhora). A gloriosa sempre Virgem Maria é Rainha e Senhora porque é a Mãe do (Salvador Jesus Cristo) “Rei dos reis e Senhor dos senhores” (Ap 19, 16).

Pe. Tenório Fialho é pároco da paróquia Nossa Senhora do Amparo (Capela-SE)

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000