Arquidiocese em festa com a Ordenação Presbiteral do padre Leandro Flores



A Arquidiocese de Aracaju vivenciou, na manhã deste sábado (10), um acontecimento de extraordinário significado para sua fecunda caminhada de fé: a Ordenação Presbiteral do padre Leandro Flores Santos, por imposição de mãos e oração consecratória do arcebispo metropolitano, dom João José Costa. Realizada na matriz da paróquia Jesus Ressuscitado (bairro Jardins, Aracaju), a cerimônia foi concelebrada por expressivo número de sacerdotes. Diáconos, seminaristas, religiosas, familiares e amigos de Leandro também enriqueceram a celebração.


“Ele servirá ao Cristo Jesus, Mestre maior, Sacerdote e Pastor, edificando continuamente a Igreja como povo santo de Deus, Corpo de Cristo e Templo do Espírito Santo”, disse dom João Costa, na homilia, sobre a missão do novo ministro ordenado. “Que em todas as situações, ele possa proceder, com a graça de Deus, sendo reconhecido como verdadeiro seguidor do Verbo Divino, cuja Luz brilhou nas trevas, para vencê-las e acender sua chama eterna em nossos corações”, assinalou o prelado.


O arcebispo metropolitano também admoestou o padre Leandro Flores no sentindo de que a sua caminhada na vida sacerdotal seja aureolada de prudência, sabedoria e discernimento, para bem cumprir a vontade expressa pelo Divino Mestre: “Ide pelo mundo inteiro”. Ao novo ministro de Deus, dom João exortou ainda para sempre lembrar destas palavras de São João Maria Vianney: “O padre não é para si. Não dá a si a absolvição. Não administra a si os sacramentos. Ele não é para si, para vós, Senhor”.


Toda formação do padre Leandro foi edificada nos dois seminários da Província Eclesiástica de Aracaju, entre 2012 e 2020. Seu estágio pastoral, já exercendo o ministério diaconal, ocorreu na paróquia Nossa Senhora de Lourdes (bairro Siqueira Campos, Aracaju). Como lema sacerdotal, ele escolheu a resposta da Bem-aventurada Virgem Maria, na Anunciação do Senhor, o Sim que mudou a história da humanidade: "Fiat Mihi Secundum Verbum Tuum" (Lc 1,38).


Natural de Arapiraca-AL, Leandro Flores, que completa 31 anos de idade no dia 4 de maio, é filho único do casal José dos Santos e Valdinete Flores dos Santos, presentes na solene celebração. Ele revela que sua história vocacional começou em 2005, quando, por meio da catequese de Crisma, floresceu o processo de encontro pessoal com Deus.


O desejo de abraçar o sacerdócio ganhou força durante um retiro de carnaval realizado em 2008 pelo Instituto dos Filhos e Filhas do Amor e da Misericórdia Eucarística, sua comunidade de origem. “A chama da vocação ardia em meu coração”, disse Leandro que manteve seus vínculos com o instituto por três anos. Ele conta que as portas do Seminário Propedêutico lhe foram abertas pelo então bispo auxiliar da Arquidiocese de Aracaju, dom Henrique Soares da Costa.


Ao final da cerimônia, o padre Leandro Flores expressou um profundo e emocionado agradecimento a todas as pessoas que, segundo ele, foram decisivas em sua caminhada rumo ao sacerdócio. Sua primeira Santa Missa foi celebrada na paróquia Nossa Senhora de Lourdes.


Todos os cantos da cerimônia foram entoados pelo Ministério Halleluya, regido pelo maestro Adenilson Nascimento.


A solene celebração litúrgica foi realizada de acordo com as normas sanitárias estabelecidas pelas autoridades de saúde.