Conal emite nota de condolências pela morte de Tânia Maria



O CONAL- Conselho Nacional do Laicato do Brasil na Arquidiocese de Aracaju, se junta ao coro de todos os cristãos e amigos para vivenciar a Páscoa de nossa irmã Tania. Tania, reconhecidamente, era semelhante a uma terra boa, fecunda. Ela soube e ouviu a Palavra de Deus e produziu frutos na quantidade pensada pelo Pai. Conhecemos vários deles no trabalho por ela desenvolvido na Cúria, que se traduziam, por exemplo, no acolhimento caloroso e igualitário; na escuta, na paciência e correção fraterna dos mais próximos, na sensibilidade com a dor dos irmãos imediatamente transformada em atos concretos. Sua partida precipitada pela COVID, também nos ensina a não subestimar este vírus - fruto das nossas agressões à mãe terra, que precisa ser enfrentado com cautela e medidas sanitárias para que outras vidas não sejam ceifadas nos ensina a cultivar um ambiente fraterno, solidário e justo. Mais uma boa semente está sendo lançada ao solo e, certamente, produzirá frutos. Tânia, pedimos ao nosso Pai querido, que está no céu e ao nosso lado, que te acolha no paraíso.


A Presidência