Cristo nos julga no amor, na verdade e na justiça


Minha oração é feita de nomes, de devaneios, de desencontros. De dores, angústias e Esperança. Oração é um momento onde as máscaras devem cair. Apenas seja. Sejamos. Rezar é arte das mãos vazias. Do não se esconder. É assim: quanto mais fuga mais fugacidade. Vida vazia. Não cura. Não verdade. Não liberdade.


Sim, minha reza, repito, é feita de nomes. E, esses dias, venho rezando pelo sacerdote, agora demitido do estado clerical, Theodore Edgar McCarrick. O julgamento já foi feito! E foi feito para salvar. O Direito existe na Igreja para salvar. O direito deve ser servo do Evangelho. Sempre. Sem medo. Para salvar. O julgamento é de salvação. Foi. Cristo nos julga no Amor. Na Verdade. Na justiça. Rezei hoje pela vítimas envolvidas no caso. Muito doloroso. Porém, muita Esperança.


O problema das feridas que envolvem os batizados, ordenados ou não, não está no Dom recebido, na Graça. Não! Está em quem não é sincero consigo e com a Igreja. E com o próximo. E com Cristo! Com a consciência, núcleo sagrado. Inviolável!


Rezei e resolvi fazer a partilha. Após quase uma hora de combate diante de Jesus Eucarístico.


Precisamos ter cuidado com nossos aforismas de condenação. De ilibação. O início da morte é não se reconhecer miserável. Muitas vezes vivo julgando no outro o que ainda não se resolveu em mim, em nós.


Outro dia li algo e achei interessante: "...vai e, a partir de agora, não peque mais: são palavras suficientes para mudar uma vida. O bem possível de amanhã conta mais que o mal de ontem...". Ou seja, sê inteiro. Sê original. Recomeçar! No Original, Cristo.


Ao papa @franciscus, nossa oração. És Pedro! Ao cardeal demitido, nossa oração e misericórdia. Às vítimas, nosso choro de vergonha, nosso choro de conversão e nosso choro de Esperança. Misericordia Et Misera. Na Verdade. Sem medo. Cristo, decididamente, Cristo.


Foi assim minha oração, sem máscaras, sem subterfúgios...


Decididamente, cuidado, meu amigo! Hoje, ele. Amanhã, eu, você, nós!


Para refletir! Sem aforismas! Provocações, apenas, provocações...


Pe. Anderson Gomes é pároco da paróquia São Pedro Pescador (Bairro Industrial)

@paroquiaspedropescador @setorjuventudearacaju


Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000