Dom João mantém encontro com presidente do TJ sobre ações da Pastoral Carcerária



As ações desenvolvidas pela Pastoral Carcerária nas unidades do sistema prisional de Sergipe foi o principal assunto de um encontro mantido pelo arcebispo metropolitano, dom João Costa, e o desembargador Edson Ulisses, presidente do Tribunal de Justiça, na manhã desta terça-feira (21). O arcebispo manifestou o desejo pela renovação do Termo de Cooperação entre a Arquidiocese de Aracaju, o Tribunal de Justiça, e as secretarias de Justiça e Segurança Pública, para o fortalecimento institucional do trabalho da Pastoral.


Nos últimos cinco anos, as ações da PCr foram realizadas de acordo com as orientações do primeiro Termo de Cooperação cuja validade expirou em dezembro de 2021. O encontro também contou com a participação do desembargador Luiz Mendonça, que assinou o Termo anterior, e do coordenador da Pastoral Carcerária na Arquidiocese de Aracaju, Antônio Carlos Magalhães, mais conhecido como Magal da Pastoral.


O grande propósito desse organismo da Igreja é a evangelização das pessoas privadas de liberdade, bem como zelar pelos direitos humanos e pela dignidade humana no sistema prisional.