Dom José Palmeira Lessa celebra 40 anos de Sagração Episcopal



A festa de São Bartolomeu, vivenciada nesta quarta-feira, 24 de agosto, também marca a comemoração dos 40 anos de Sagração Episcopal de Dom José Palmeira Lessa, terceiro arcebispo metropolitano de Aracaju. Nomeado pelo Papa São João Paulo II como bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, ele foi consagrado sucessor dos apóstolos em cerimônia presidida pelo Cardeal Dom Eugênio Sales, na Catedral Metropolitana de São Sebastião, na capital fluminense. Em 1982, quando passou a integrar o colégio episcopal brasileiro, Dom Lessa tinha 40 anos de idade.


“Fragilis cum fragilibus” (Fraco com os fracos) foi o lema escolhido para iluminar todo o seu ministério episcopal. “Na fraqueza, Deus manifesta sua misericórdia”, observa o arcebispo emérito ao justificar a escolha do lema, que é inspirado na Carta de São Paulo aos Coríntios. “A fraqueza é elemento constitutivo de cada pessoa. Também em Jesus, ela se manifestou como condição para que Ele vivesse o amor maior: dar mais de Deus imolando a própria vida. Nela e por ela, patrimônio da humanidade, Jesus se fez solidário com cada homem e mulher. Seu amor atraiu todos a Deus”, acentuou Dom Lessa.


Suas atividades como auxiliar do Rio de Janeiro foram exercidas de 1982 a 1987. Dom José Palmeira Lessa foi o segundo Bispo Diocesano de Propriá (1987-1995), primeiro Arcebispo Coadjutor de Aracaju (1996-1998) e Arcebispo Metropolitano (1998-2017).


No dia 3 de julho deste ano, o arcebispo emérito da Arquidiocese de Aracaju, hoje com 80 anos de idade, celebrou 54 anos de Ordenação Sacerdotal.