Igrejas cristãs de Divina Pastora se unem na luta contra a Covid-19



O reitor do Santuário de Nossa Senhora Divina Pastora, padre Jhonatan Michael tomou a iniciativa de convidar os líderes de todas as igrejas cristãs de Divina Pastora-SE para se somarem numa grande luta espiritual contra a Covid-19. Em uma carta dirigida aos cristãos da cidade, seis líderes religiosos expressam apreensão pelo grande impacto gerado pela pandemia na sociedade: mortes, desemprego, fome, e o empobrecimento das famílias.


Também é colocada com grave perda a impossibilidade de os cristãos terem acesso aos templos. “Temos certeza de que nada é mais essencial ao ser humano do que Deus. Porém, para que esta situação acabe o mais rápido possível o que podemos e precisamos fazer são duas coisas: rezar/ou orar (a depender do seu credo) e agir”. O documento ressalta ainda a firme disposição das igrejas no sentido de observar e colaborar com as medidas restritivas indicadas pelo Governo do Estado.


A carta apela aos cristãos de Divina Pastora-SE para que realizem, na quarta-feira, 31 de março, às 15h, um gesto concreto de oração, penitência e de caridade: “todos os cristãos desta cidade parem o que estiverem fazendo, levantem os braços para o alto e rezem a oração do Pai-nosso. Que façam um jejum/penitência de 12 horas por esta causa, no dia que lhes for propício”. Desde ontem (28), até o dia 3 de abril (domingo), as igrejas estarão recolhendo alimentos não perecíveis para serem doados às famílias necessitadas.


Leia a carta, na íntegra:


UNIDOS POR UM BEM MAIOR


Nós, líderes das igrejas cristãs que estão em Divina Pastora, viemos por meio desta, pedir e orientar os cristãos que habitam este município e fazem parte das diversas igrejas cristãs situadas nesta localidade, que se empenhem para observar e colaborar com as medidas restritivas em combate ao vírus Covid-19.


Como tantos outros seguimentos da sociedade, temos sofrido dentro de nossas casas e igrejas as consequências do estado atual de pandemia que temos enfrentado. Muitos de nós já tivemos em suas famílias alguém que esteve doente com esse vírus, e alguns ainda sofreram a dor da perda de um ente querido seu, por consequência desta doença.


Temos sofrido também, com várias restrições de dias, horários e quantidade de pessoas em nossas igrejas. Situações estas, que por um lado nos deixam de coração partido e angustiado, por entendermos a importância e o direito que o povo tem de ter acesso a Deus, ainda mais em um tempo como este, e, por outro lado, nos empenham mais ainda no processo de evangelização fazendo com que nos adaptemos a realidade atual encontrando assim, formas para continuar levando Deus ao coração dos seus filhos neste momento.


Sabemos que em decorrência desta crise, muito se discute sobre o que é ou não essencial. Temos certeza de que nada é mais essencial ao ser humano do que Deus. Porém, para que esta situação acabe o mais rápido possível o que podemos e precisamos fazer são duas coisas: rezar/ou orar (a depender do seu credo) e agir.


Rezar/ou orar na certeza que temos que Deus é o maior remédio que a humanidade precisa, e que sem Deus todos os esforços humanos, sejam eles, de cunho científico, político ou até mesmo religioso tendem a não dar em nada. Mas, com Deus o cientista, o político, o homem religioso e todo aquele que se abrir a sua graça pode ser iluminado e decidir melhor naquilo que lhe compete, tendo em vista o verdadeiro bem comum.


Agir fazendo a nossa parte, colaborando com os protocolos de segurança, não só nos nossos templos, mas, também em nossas casas, ambientes de trabalho, enfim, onde estivermos.


Parte o nosso coração também, sabermos que muitos filhos de Deus têm sofrido com outras consequências que o cenário pandêmico tem trazido. O desemprego, a fome, além do empobrecimento, que tem sido mais uma chaga causada por esta pandemia.


Por isso, convidamos todos os cristãos que habitam nesta cidade, a nos unirmos em oração e súplica a Deus por esta única causa: QUE DEUS TENHA DE MISERICÓRDIA DA HUMANIDADE E DO POVO BRASILEIRO E COM SUA AÇÃO PODEROSA NOS LIVRE DESTE MAL QUE É A COVID-19. Que em nossas orações pessoais e comunitárias, esta seja a nossa prece em unidade enquanto esta pandemia durar.


Convidamo-los ainda, a realizarmos juntos um gesto concreto de oração, penitência e de caridade.


Na próxima quarta-feira, dia 31 de março, às 15h, todos os cristãos desta cidade parem o que estiverem fazendo, levantem os braços para o alto e rezem a oração do Pai-nosso. Que façam um jejum/penitência de 12 horas por esta causa, no dia que lhes for propício. Para que Deus, que é nosso Pai, ouça o clamor dos seus filhos que intercedem unidos e nos de a graça de dias melhores.


Durante esta semana, que vai de 28 de março a 03 de abril, aqueles que tiverem condições financeira de o fazer, levem na sua igreja um quilo de alimento não perecível, para que possamos organizar cestas básicas e doar aqueles que estão passando necessidades.


Sabendo que podemos contar com a colaboração de todos vocês, agradecemos por nos ouvirem.


Em Cristo Jesus,


Padre Jhonatan Michael (Santuário de Nossa Senhora Divina Pastora)

Pastor Marcos Silveira (PIBAT em Divina Pastora)

Pastor Augusto Roque (Assembleia de Deus Missão)

Pastor Carlos (Comunidade Evangélica Resgate)

Pastor Marcos Lima (AD Bomfim Madureira)

Pastor José Humberto da Silva (Igreja Evangélica Deus Meu Senhor)