Missa de despedida ao frei Dário Romiti presidida pelo Arcebispo dom João



A despedida do missionário italiano, naturalizado brasileiro, frei Dário Romiti, que morreu na tarde desta segunda-feira, 13 de abril, aos 99 anos, aconteceu com uma celebração de corpo presente, presidida pelo arcebispo de Aracaju dom João José Costa, na paróquia São Judas Tadeu, no Birro América, onde ele viveu mais de quarenta anos, dos sessenta e nove anos vividos no Brasil.


Além do arcebispo, estavam presentes à missa o ministro provincial dos Capuchinhos de Bahia e Sergipe, frei Gilson Marinho; o vigário geral da Arquidiocese, Pe. Genivaldo Garcia; o padre Cássio Souza, que sucedeu frei Dário na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Bugio, em Aracaju; frei Johne Barbosa, Pároco de São Judas e vários confrades do frei Dário.


Dom João saudou os capuchinos e ressaltou o grande trabalho missionário desenvolvido pelo Frei Dário em terras sergipanas, principalmente em Aracaju. Já o ministro provincial destacou as qualidades do confrade, realçando seu trabalho também em terras baianas e destacou os ensinamentos que ele recebeu na convivência que teve com o frei Dário, que era firma, mas ao mesmo tempo amável a ponte de pedir desculpas quando errava.


A missa foi privada por conta da pandemia do coronavírus, mas na saída um grupo de pessoas esperava o cortejo dos fardes que conduziram o caixão até o caro funeral. As pessoas aplaudiram prestando às últimas homenagens ao Frei Dário na saída da igreja para o sepultamento no cemitério Santa Isabel, em Aracaju.



Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000