Padre Fabiano assume pastoreio da paróquia São José e Santa Teresa de Calcutá



No ano em que celebra dez anos de sacerdócio, o padre Fabiano Epifânio Santos recebe da Arquidiocese de Aracaju a missão de pastorear e guiar uma nova comunidade paroquial. Ele será empossado como novo pároco da paroquia São José e Santa Teresa de Calcutá, no Loteamento Marivan (Bairro Santa Maria, Aracaju), neste sábado, às 19h, em missa presidida pelo arcebispo metropolitano, dom João José Costa. Está substituindo o padre João Félix Neto, que foi nomeado como vigário da paróquia Sagrado Coração de Jesus (Bairro Grageru, Aracaju).


Pastoreio bem sucedido


Nos últimos sete anos, o padre Fabiano esteve à frente da paróquia Santa Luzia e São Benedito, na Barra dos Coqueiros-SE. Os paroquianos dão testemunho de um governo pastoral bem sucedido em todos os sentidos. A implantação de novas comunidades, grandes ações missionárias e as campanhas sociais em favor dos menos favorecidos foram algumas das marcas do seu pastoreio, em uma paróquia cuja extensão territorial é proporcional às suas carências.


Ampliação da presença da Igreja


A relação de grande proximidade que o padre Fabiano Epifânio construiu com os paroquianos foi determinante para a implantação e edificação das capelas Santo Expedito, no bairro Marivan; Madre Teresa de Calcutá, no bairro Pelourinho, e Santo Antônio, no conjunto Marcelo Déda.


Evangelização pelo serviço da caridade


As comunidades mais carentes foram os alvos preferenciais do ministério do padre Fabiano. Nelas, a paróquia Santa Luzia evangelizou especialmente pelo exercício da caridade. A Igreja, segundo ele, deve cuidar para acolher fraternalmente a todos, sobretudo aqueles que estão caídos na beira do caminho. Todos os esforços do seu pastoreio foram aplicados para unir Palavra, oração, comunhão e serviço aos pobres.