Paróquia Nossa Senhora de Fátima acolhe o padre Cássio, nesta terça



O padre Cássio Santos Souza, presbítero da Arquidiocese de Aracaju, inicia nesta terça-feira, 1º de fevereiro, uma nova missão em seus 17 anos como ministro ordenado. Em solene celebração eucarística presidida pelo arcebispo metropolitano, dom João José Costa, às 19h, ele será empossado como novo pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Ponto Novo, em Aracaju. Está sucedendo ao padre Rinaldo Rezende Cardoso, que se prepara para assumir o pastoreio da paróquia Nossa Senhora do Bom Parto, em Itabaiana-SE.


Zelo e amor para com a Igreja


Nos últimos seis anos, o padre Cássio exerceu seu ministério como pároco da paróquia São

José de Anchieta, no Conjunto Augusto Franco. Os paroquianos dão testemunho de um governo pastoral caracterizado pelo zelo e pelo amor para com a Igreja, seja como templo, seja como Corpo Místico de Cristo. São abundantes os relatos de que os frutos do pastoreio foram colhidos principalmente na vida espiritual da comunidade.


Devoção a São José de Anchieta


Um dos traços marcantes da ação pastoral do padre Cássio, no Augusto Franco, foi o seu esforço cotidiano para a propagação e o fortalecimento da devoção ao padroeiro da paróquia, para mostrar a Glória de Deus na vida de São José de Anchieta. O conhecimento sobre a vida, a missão e a obra do Apóstolo do Brasil e modelo de evangelização, foi objeto de estudo e reflexão não somente apenas no período da festa do padroeiro, no mês de junho.


A indispensável atenção de pastor e guia às pastorais, grupos, movimentos e outras expressões eclesiais também produziu grandes progressos nas ações evangelizadoras da paróquia.


Grandes melhorias na matriz


No aspecto estrutural, as grandes melhorias implementadas pelo padre Cássio, com o apoio exclusivo dos paroquianos, proporcionaram mais conforto na igreja matriz. A troca do piso, a aquisição de novos bancos e a troca das instalações elétricas foram algumas das diversas iniciativas do pároco no principal espaço celebrativo da comunidade.