• Carlos Barbosa 2255/SE

Povo de Deus celebra a Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria



Com um coração transbordante de gratidão a Deus, a comunidade católica de Aracaju celebrou neste 8 de dezembro, a Solenidade de Nossa Senhora da Conceição, excelsa padroeira da Arquidiocese. Foi o coroamento de uma fervorosa jornada de fé que começou no dia 29 de novembro. Na catedral metropolitana, a programação do dia festivo foi marcada com duas celebrações eucarísticas (7h e 9h30), culminando com uma grande carreata (16h), com a imagem da Imaculada Conceição pelas principais ruas da capital.


Pela primeira vez na história da festa, não foi possível realizar a tradicional procissão e a Bênção do Santíssimo, por conta das restrições impostas pela pandemia.


A missa solene das 9h30 foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Aracaju, dom João José Costa, e concelebrada pelos padres Genivaldo Garcia (vigário episcopal), Antônio Peixoto (pároco da catedral), Geovane Bomfim (vigário paroquial) e Marcelo Conceição (pároco da paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro). A participação dos fiéis e devotos ocorreu de acordo com as recomendações das autoridades de saúde e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).


Na homilia, dom João ressaltou que “a Eucaristia de hoje é de ação de graças a Deus pelas grandes coisas que fez em Maria, é de ação de graças a Maria pelas grandes e maternas atenções que ela teve e tem para cada um de nós”. Segundo o arcebispo, celebrar a Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria é ter a certeza de que para Deus nada é impossível. “Maria se coloca à disposição de Deus e espera que nela seja feita a Sua vontade. Ela nos dá um exemplo de como deixar-nos guiar por Ele. Com o sim dado ao anjo, Maria redime a humanidade do pecado”, assinalou.


Dom João recordou que a Imaculada Conceição é dogma de fé segundo o qual a Mãe do Jesus foi preservada do pecado desde o momento de sua concepção, ou seja, desde o instante em que começou sua vida humana. “No momento em que ela foi concebida por São Joaquim e Santa Ana, como fruto do amor matrimonial dos dois, Deus a preservou da mancha do pecado original já antecipando a missão de que ela teria de carregar, em seu próprio ventre, o Salvador da humanidade”.


Na Arquidiocese de Aracaju, cinco comunidades paroquiais são dedicadas a Nossa Senhora da Conceição. Além da catedral, temos as paróquias localizadas no Mosqueiro (Aracaju), Taiçoca de Fora (Socorro-SE), povoado Alagadiço (Frei Paulo-SE) e nas cidades de Itabaiana-SE e Riachuelo-SE. Com exceção da paróquia de Alagadiço, todas as comunidades realizaram a festa neste 8 de dezembro.


Todas as celebrações do novenário e festa da padroeira da Arquidiocese, na catedral metropolitana, foram transmitidas pela Rádio Cultura de Sergipe (AM670).



Por Carlos Barbosa

Fotos: Jeanne Gally - (79) 99994-7640

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000