Rádio Cultura de Sergipe comemora 62 anos de fundação, neste domingo, 21



No dia 21 de novembro de 1959, há 62 anos, dom Vicente Távora, primeiro arcebispo metropolitano de Aracaju, oferecia ao povo de Deus um presente de valor incalculável: a Rádio Cultura de Sergipe, quarta emissora mais antiga do Estado. A Igreja conquistava, três anos antes do Concílio Vaticano II, uma extraordinária ferramenta de comunicação para potencializar a sua grande e sempre urgente missão evangelizadora.


Encarando com bravura e resiliência todos os desafios, superando obstáculos, a emissora mantém, em perfeita sintonia com os seus milhares de ouvintes, uma programação que combina evangelização, entretenimento e informação, com credibilidade, profissionalismo e inovação constante.


Em seus primórdios, a Cultura transmitia em onda tropical de 60 metros e em ondas médias, atualmente AM - Amplitude Modulada, em 670 KHZ, com uma potência de 10 KW, configuração que permite a chegada de suas ondas sonoras nos 75 municípios sergipanos e além-divisas.


Uma emissora que se fortalece a cada dia


A Rádio Cultura é administrada pela Fundação Arquidiocesana de Cultura (FAC). O seu diretor-executivo é o padre Marcelo Conceição, que desde a sua chegada, em dezembro de 2019, não tem medido esforços para modernizar, qualificar e dinamizar a emissora, sempre buscando fortalecer a participação do veículo na radiofonia do Estado.


Comprometimento com Jesus Cristo e o anúncio da verdade


O arcebispo metropolitano, dom João José Costa, expressa felicitações a toda ´família Cultura´: diretores, colaboradores, sócios-contribuintes, anunciantes. Durante a edição deste sábado (20) do programa “A Voz do Pastor”, ele atestou o “renovado comprometimento da emissora no anúncio da verdade, na comunicação da fé, na promoção de valores para uma sociedade mais justa e fraterna”. O prelado também destacou o expressivo apoio da emissora às ações pastorais de todas as comunidades paroquiais da Arquidiocese.


Edição especial do “Hoje é Dia de Retreta”


Neste domingo (21), dia do aniversário da rádio, haverá uma edição especial do programa “Hoje é Dia de Retreta”, das 8h30 às 10h, com o jornalista Jairo Alves de Almeida. Os ouvintes terão a rara oportunidade de acompanhar depoimentos de personagens com profunda ligação com a história da Rádio Cultura, entre os quais o jornalista Raimundo Luiz, o Monsenhor Carvalho (ex-diretor da emissora), José Apóstolo, que ligou o transmissor da rádio, há 62 anos, entre outros. Também serão reproduzidos trechos do “Hora Católica”, criado e apresentado durante vários anos por dom Luciano José Cabral Duarte, segundo arcebispo metropolitano.