"Seminário é semente de Vida...” (Professor João de Deus)

Atualizado: Out 14


Mensagem dirigida aos seminaristas por ocasião do Aniversário do Seminário Maior da Província Eclesiástica de Aracaju.

O sentido do Seminário é cada um de vós, meus caros seminaristas. Sim. Nunca esqueçam. Não acreditar no Seminário é não acreditar em vocês, no vosso futuro! Vivemos tempos delicados na história da humanidade, não é diferente na Igreja. Ela está no mundo, porém, não é do mundo. Assim somos nós.

Fomos chamados para purificar o nosso coração e o seminário é caminho necessário, evangélico. Não é um mal necessário, não! É um bem de salvação. No seminário somos salvos para salvar em Cristo, Bom Pastor.


Foi no Seminário de Aracaju que meu pobre coração foi forjado, nas dimensões da formação: humana, espiritual, acadêmica, comunitária e pastoral. Ainda continuo sendo formado... Este coração que vos fala é um coração pacificado em Cristo. Foram sete anos morando no tempo de formação nos “becos abençoados” e as vezes "escuro" do nosso Seminário. E por chamado divino, através da Igreja, vou caminhando para dois anos como Ecônomo desta casa de formação. Laudato Si!


Na vida espiritual (diria eu no itinerário formativo), como nos ensina Santo Inácio de Loiola em seus exercícios espirituais, o primeiro passo da vida na oração é ressignificar os caminhos de morte, em caminhos de Vida. Em Cristo. Quantas vezes fui cabeça dura (e ainda sou. É luta!), recomecei sempre em Cristo. A minha "verdade" na Verdade, nas confissões com pe. João Giomo do PIME, na direção espiritual com pe. Natale Brambilla também do PIME (durante a filosofia), e pe. Pedro Vidal (já cursando a Teologia), com a Irmã Anette Havenne e o pe. Jefferson Pinheiro na formação humana. Ainda nas tardes de formação afetiva com Fátima Pedrosa, Aida Távora... nas noites formativas com os padres formadores...Pe. Aélio Nascimento, Pe. Anderson Pina, Pe. Genivaldo Garcia, Pe. Tony Santos, Pe. Jânison de Sá, pe. Pedro Reis, Pe. Hernani Romero, Pe. Cristiano Santos, Pe. Christiano Silvestre, Pe. Vadson Monteiro, Pe. Arnaldo Francisco, Pe. Carlos Henrique. Também com os nossos Bispos... Dom João Costa, Dom José Lessa, Dom Giovanni Crippa. Os que já estão na Eternidade Dom Henrique Soares, Dom Mário Sivieri e Dom Valério Breda. Dom Dulcênio Fontes, os frades carmelitas, frades capuchinhos e os fiéis leigos.

Hoje, agradecemos ao Dom Rubival Brito, Dom Vítor Agnaldo, Dom Manoel Filho, Dom Carlos Alberto... enfim, tantas vidas, tantas histórias... O canto deve ser de gratidão. Na geração da indiferença, sejamos gratos meus caros jovens. Gratos a Igreja, aos nossos pastores, ao povo de Deus que custeia nossa formação.

Acreditam em nós, no Sacerdócio. O cardeal Tolentino diz, no Elogio da Sede, que a pior coisa para um cristão é estar saciado. Aqui está no início da morte. Morte “ad intra”, espiritual. Precisamos ter olhos encantados para encantar em Cristo, o Homem, o Sacerdote. O mundo tem sede... A hora que define o homem é meio dia. A hora da sede. Tenho sede!

Minha pretensão com a partilha é dizer a cada um: acreditem na vocação de vocês, acreditem! Muitos necessitarão da vossa fidelidade, da vossa entrega, da vossa imolação, das vossas pobres mãos; que um dia serão ungidas através das mãos dos vossos Bispos. Sem mérito algum de nossa parte. Sacerdócio é Dom! Sejam missão. A vida é missão. O povo espera da gente só uma coisa: Cristo, sim, Cristo Jovem. Cristo Belo. Aquele que um dia nos chamou. Onde estávamos? Ele ainda fala ao nosso coração? Ele é nossa Vida? Sem moralismos, com Verdade e na Verdade, questione-se: Eu quero dar a Vida por Cristo? Eu quero me perder? Uma certeza: Sacerdócio é Cruz. Vida. Dom.

Quantos milagres aconteceram nestes 26 anos do nosso Seminário. Quantos! Neste período anormal que a humanidade vive, que não é "novo normal", somos convidados a louvar a Deus pelas preces da Virgem por esta dádiva divina que é o nosso Seminário para Igreja. "Útero" sacerdotal, coração da Igreja, lugar de ressurreição, Seminário é Tabor e Gólgota.

Caros jovens, de onde estiverem cantem o Te Deum, sejam Te Deum, pois somos milagre. O Seminário é milagre de Deus, da Imaculada. Somos missão, a vida é missão, acreditem! Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8).


Certamente estas linhas escrevo não por mim, não! Mas por Ele, por vocês. “Por Eles me santifico, dou a Vida. Santifica-os na Verdade” (Jo 17, 17). Lendo o momento atual, o poeta Tolentino dizia que apesar do medo do confinamento não podemos parar. É hora de sonhar. De Olhar para o Alto e não para os sapatos. Foi assim após a Páscoa, os discípulos da primeira hora se trancaram com medo. Mas o Ressuscitado pelo Espírito e na força do Espírito soprou, continua soprando. Nãos tenhais medo! Se as portas voltarem a se fechar pela necessidade do quadro de pandemia, abram as vossas janelas, as de vosso coração. Sonhem alto! Olhem os lírios do campo...

Gratidão aos padres formadores desta hora, meus formadores e irmãos no Sacerdócio: Pe. Jefferson Pinheiro, Pe. Euclides Carvalho, Pe. Helelon Bezerra. Como aprendi a tempos atrás, a "comunhão salva". Se, em Cristo. Salva. Do eu ao Nós, Trindade. Gratidão!

E para concluir... um desejo: "queridos jovens, ficarei feliz vendo-vos correr mais rápido do que os lentos e medrosos. Correi «atraídos por aquele Rosto tão amado, que adoramos na sagrada Eucaristia e reconhecemos na carne do irmão que sofre. O Espírito Santo vos impulsione nesta corrida para a frente. A Igreja precisa do vosso ímpeto, das vossas intuições, da vossa fé. Nós temos necessidade disto! E quando chegardes aonde nós ainda não chegamos, tende a paciência de esperar por nós»." (Cristo Vive, 299). Vosso em Cristo,



Pe. Anderson Gomes

Ecônomo do Seminário Maior

Fonte das fotos: Ascom do Seminário

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000