Ser catequista: uma vocação!

Wesley Wendel Silva Santos


A vocação é chamado! Deus nos chama à vida concedendo-nos o ser e o bem da existência, nos chama à santidade, para levar-nos a felicidade plena, e chama cada um para o estado específico de vida, tudo em vista desta realização plena para o amor.


Ao contemplarmos a vocação em seus diversos estados e realidades, encontramos a vocação do catequista. O catequista é aquele que tendo recebido da Santa Igreja essa missão, e sendo admitido a tal ministério, transmite com fidelidade o que recebeu: o conhecimento da Pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo; o catequista é aquele que uma vez no caminho percorrido na vida, encontrou o Cristo-Amado de nossas almas e, a partir deste encontro, já não conformado em saber que muitos não conhecem nem amam plenamente o divino Redentor, se põe à luz da graça divina, a fim de anunciar a todos a mensagem do Evangelho.


Jesus é o modelo e o centro de toda catequese, é o catequista por excelência, e, para Ele, todas as coisas se ordenam. Olhemos também, com amor e ternura, o grande exemplo da Santíssima Virgem: a primeira que anunciou.


Os sacramentos da Iniciação à Vida Cristã nos levam a adentrar na Vida Divina: com o Batismo, somos lavados e incorporados ao Corpo de Cristo; na Crisma, somos ungidos e nos alistamos às fileiras da Igreja militante de uma maneira intensa e completa; a Eucaristia é o alimento pelo qual permanecemos perseverantes. “Tornar-se cristão, eis algo que se realiza desde os tempos dos apóstolos por um itinerário e uma iniciação que passa por várias etapas. Este itinerário pode ser percorrido com rapidez ou lentamente. Deverá sempre comportar alguns elementos essenciais: o anúncio da Palavra, o acolhimento do Evangelho, acarretando uma conversão, a profissão de fé, o Batismo, a efusão do Espirito Santo, o acesso à Comunhão Eucarística.”(CIC. 1229)


O catequista é convidado a vivenciar sua vocação, através da doação de vida: é um verdadeiro serviço de amor, onde o mesmo encara as realidades do tempo presente, nos seus diversos desafios e ilumina o mundo e suas realidades à luz da Palavra de Deus. É serviço de amor, pois nada de si é transmitido, mas sim os ensinamentos e gestos do Verbo Encarnado: “Tende entre vós os mesmos sentimentos que haviam em Cristo Jesus”. (Fl 2,7)


Nosso Senhor Jesus Cristo continua ecoando sua voz e tocando o coração humano, através do toque do “Cristo que passa” (Sto. Agostinho), uma profunda transformação se opera na alma e na vida de todos aqueles que receberam o anúncio de Cristo, por meio de tantos instrumentos, que, na simplicidade e no amor, cooperam com o projeto de salvação: eis a missão e vocação do catequista.


Que Deus abençoe aos catequistas da nossa Arquidiocese de Aracaju, e suscite corações generosos e dispostos a levar o reino de Deus a todos aqueles que ainda não O encontraram.


Wesley Wendel Silva Santos é seminarista da arquidiocese de Aracaju, cursa o terceiro ano de Teologia no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, membro do SAV arquidiocesano.

Arquidiocese 

aracaju

de

Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Aracaju

Praça Olímpio Campos, 228, Centro, Aracaju/SE - CEP: 49010-040

E-mail: comunicacao@arquidiocesedearacaju.org / Telefone: (79) 3216-3000